Zé Gotinha que recebeu vacinas de Oxford foi improvisado; saiba quem é

Colaboradores Yahoo Notícias
·2 minuto de leitura
Zé Gotinha recepcionou chegada das vacinas de Oxford no Rio de Janeiro

Mascote das campanhas de vacinação no Brasil há mais de três décadas, Zé Gotinha recepcionou a chegada das 2 milhões de doses do imunizante de Oxford contra o novo coronavírus, na noite de sexta-feira (22), no aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro.

A aparição do personagem viralizou nas redes sociais. Algumas pessoas repararam que Zé Gotinha não usou máscara de proteção contra o vírus da Covid-19, diferentemente de quando participou de um evento com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), em dezembro, no Palácio do Planalto.

Leia também

O intérprete de Zé Gotinha acenou aos fotógrafos e cinegrafistas com as mãos nuas, sem uma parte da fantasia, também provocando estranhamento do público. Segundo o repórter Pedro Duran, da CNN Brasil, o homem por trás da caracterização do personagem foi chamado às pressas para a solenidade.

“O Zé Gotinha que apareceu ao lado do ministro da Saúde Eduardo Pazuello é na verdade o pedreiro e motorista Eduardo Alves. Amigo de uma funcionária da direção da Fiocruz [Fundação Oswaldo Cruz], ele foi convocado para usar a fantasia duas horas antes da cerimônia de chegada da vacina. Se disse ‘surpreso’”, escreveu o jornalista no Twitter.

Em um momento, Zé Gotinha ficou sozinho e pareceu “abandonado” pelos participantes do evento. Confira as melhores reações do público: