Zeca Pagodinho é vacinado contra a Covid-19, no Rio

O Globo
·1 minuto de leitura
Zeca_Pagodinho.png

RIO — O cantor e compositor Zeca Pagodinho se vacinou contra Covid-19 no fim da manhã desta sexta-feira. Aos 62 anos, ele foi atendido no posto drive-thru, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, e recebeu uma dose da vacina Oxford/AstraZeneca.

Ao ser imunizado, Zeca disse ter "tirado um peso da cabeça, das costas".

— Essa já dá uma aliviada — disse. — Estou ansioso para isso acabar, para ir pra rua, pra ir pro botequim, para ir pro show.

Com bom humor, fez um apelo para a população não deixar de se imunizar:

— Vamos fazer como meu médico falou, o doutor Marcelo: "Vai vacinar, vai vacinar" — contou, em alusão à música "Vai vadiar", um de seus sucessos. — E não esquece da segunda dose.

Nesta manhã, o secretário municipal de Saúde do Rio, Daniel Soranz fez um apelo para que a população não deixe de tomar a segunda dose dos imunizantes. O município fez um levantamento que apontou que 5% da população vacinada com a primeira dose não volta aos postos para a segunda aplicação. Com isso, a imunização fica prejudicada, não tendo eficácia para evitar a evolução para casos graves.

Ansioso, Zeca pediu já pela aplicação da segunda dose, mas terá que esperar até julho para voltar ao posto. Com a aplicação da Oxford/AstraZeneca, o intervalo entre as doses é de 12 semanas.

Nesta sexta-feira, na cidade do Rio, a vacinação é para os homens de 62 anos. Amanhã, sábado, é dia de repescagem para os idosos com 62 anos ou mais.