Zeca Pagodinho lamenta não fazer distribuição de presentes por causa da pandemia: 'Que papai noel traga a vacina'

·1 minuto de leitura
Foto: Reprodução - Instagram

A casa de Zeca Pagodinho já está decorada para o natal. Mas, neste ano, por conta da pandemia do coronavírus, a data não será do jeito que ele está acostumado. Não haverá, por exemplo, a distribuição de presentes para as crianças, que ele costuma fazer em Xerém, Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, todos os anos. Apesar da situação, Zeca explicou a situação e fez questão de deixar um recado de esperança a seus admiradores.

"Esse ano não será um natal igual a todos os anos, que a gente faz a festa aqui, distribui os brinquedos... Mas é muito importante que a gente não perca as esperanças. Vamos rezar para que papai noel traga essa vacina para a gente. Para que ano que vem, a gente possa fazer tudo de novo com mais força ainda, muitos abraços e muitas festas", disse o artista

Em meio a árvore de natal e decoração, àrvores e enfeites característicos para a época, Zeca acrescentou:

"Um bom natal para todos, com emprego, saúde na mesa, comida na mesa e tudo de bom que a gente precisa", disse ele, enquando, ao fundo, tocava sua prórpia canção "O Sol nascerá".

Durante a pandemia, Zeca tem ficado isolado em seu sítio em Xerém.