Zelenskiy: Usina nuclear da Ucrânia está novamente perto de catástrofe

Presidente ucraniano, Volodymyr Zelenskiy

(Reuters) - O presidente ucraniano, Volodymyr Zelenskiy, disse nesta segunda-feira que um novo corte de energia que conecta a usina nuclear de Zaporizhzhia à rede elétrica do país colocou a instalação pela segunda vez "a um passo de uma catástrofe radioativa".

Zelenskiy disse que um novo bombardeio russo foi o responsável.

"Mais uma vez --já pela segunda vez-- por causa da provocação russa, a estação de Zaporizhzhia foi colocada a um passo de uma catástrofe radioativa", disse ele em sua mensagem de vídeo noturna.

A Rússia e a Ucrânia trocam acusações sobre a autoria dos bombardeios ao redor da usina, a maior instalação nuclear da Europa. A Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) disse que a linha de energia reserva foi cortada para extinguir um incêndio antes da apresentação de um relatório sobre a situação na usina na terça-feira.

"O bombardeio do território (da usina) significa que o Estado terrorista não se importa com o que a AIEA dirá, não está preocupado com o que a comunidade internacional decidirá", disse Zelenskiy.

(Reportagem de Ronald Popeski)