Zelensky pede reunião com Putin para 'pôr fim à guerra'

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Volodymyr Zelensky pede encontro com Putin, mas adverte que Ucrânia vai abandonar negociações de paz se houver soldados mortos em Mariupol (AFP/RONALDO SCHEMIDT) (RONALDO SCHEMIDT)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, pediu, neste sábado (23), uma reunião com o seu homólogo russo, Vladimir Putin, para "pôr fim à guerra".

"Acredito que quem começou a guerra poderá pôr fim nela", disse Zelensky em uma coletiva de imprensa em uma estação de metrô no centro de Kiev. O líder ucraniano reiterou que não tinha "medo" de se reunir com Putin, se isso permitisse alcançar um acordo de paz entre os dois países.

Porém, ao mesmo tempo em que pediu um encontro com Putin, Zelensky também advertiu à Rússia que encerrará todas as negociações de paz caso soldados ucranianos sejam mortos em Mariupol, no sudeste do país.

"Se nossos homens forem assassinados em Mariupol e se forem organizados supostos referendos na região de Kherson (sul), a Ucrânia vai se retirar de todo processo de negociação", afirmou Zelensky em uma coletiva de imprensa em Kiev, capital ucraniana.

dg-ant/rbj/jj/jm/sag/js

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos