Zelensky se reúne em Kiev com parlamentares dos EUA

(Arquivo) O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky (AFP/Genya SAVILOV) (Genya SAVILOV)

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, recebeu em Kiev uma delegação de parlamentares americanos liderada por Mitch McConnell, chefe da minoria republicana no Senado dos Estados Unidos, segundo um comunicado divulgado neste sábado (14) pela presidência ucraniana.

“Espero ansiosamente o apoio dos EUA a novas sanções. Além disso, acreditamos que a Rússia deve ser oficialmente reconhecida como um Estado patrocinador do terrorismo", declarou Zelensky durante a reunião.

Ele também agradeceu aos "Estados Unidos por sua liderança no apoio à Ucrânia", observando que Washington não protege apenas seu país "mas também os valores e liberdades democráticos, o direito das nações de escolher livremente seu futuro".

Em um discurso em vídeo, Zelensky afirmou à noite que a “visita mostra mais uma vez o forte apoio bipartidário ao nosso Estado, a força dos laços entre os povos americano e ucraniano" e especificou que havia falado sobre "apoio financeiro e militar" para a Ucrânia e sobre "sanções contra a Rússia".

Além de Mitch McConnell, a comitiva incluía vários senadores republicanos experientes. A presidente da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi, fez uma visita surpresa a Kiev em abril, o que só foi divulgado um dia depois.

O Congresso dos EUA avançou na terça-feira em uma primeira etapa para o desbloqueio de 40 bilhões de dólares para a Ucrânia, uma ajuda que ainda precisa ser votada pelo Senado antes que o presidente Joe Biden a promulgue.

bur-tbm/mba/jvb/gm/ic

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos