Zema tem 53% no 1º turno em Minas, contra 25% de Kalil, mostra Datafolha

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O governador Romeu Zema (Novo) mantém vantagem de 28 pontos percentuais sobre o segundo colocado na disputa eleitoral em Minas Gerais, segundo o Datafolha.

Pesquisa do instituto feita entre terça-feira (13) e esta quinta-feira (15) mostra que Zema tem 53% das intenções de voto para o governo, ante 25% de Alexandre Kalil (PSD).

No levantamento anterior, feito entre 30 de agosto e 1º de setembro, o placar estava em 52% a 22%. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos, considerando um índice de confiança de 95%.

Com o resultado, Zema permanece em condições de vencer a eleição já em primeiro turno, no próximo dia 2.

O terceiro colocado na disputa é o senador Carlos Viana, do PL, que antes tinha 4% e agora aparece com 5%. Marcaram 1% Vanessa Portugal (PSTU), Renata Regina (PCB), Marcus Pestana (PSDB) e Cabo Tristão (PMB). Indecisos são 7% e brancos e nulos outros 7%.

O líder, Zema, foi próximo do governo Jair Bolsonaro ao longo do mandato, mas não firmou aliança nesta eleição com o partido do presidente, o PL, que lançou Viana.

Kalil tem apoio do ex-presidente Lula (PT), que lidera a disputa eleitoral nacional. Tenta colocar sua campanha à do petista, com o mote: "Do lado do Lula, do lado do povo de Minas Gerais".

Também busca explorar a rejeição a Bolsonaro, ligando-o ao atual governador.

O candidato do Novo, porém, tem boa performance entre os eleitores de Lula no estado. Nesse segmento do eleitorado mineiro, Zema tem 39% das intenções de voto, ante 44% do principal adversário.

O Datafolha também fez uma simulação de segundo turno, na qual Zema bate Kalil com 60% a 33%. Há duas semanas, o governador vencia com 59%, ante 31%.

Zema tem centrado ataques a seu antecessor, o petista Fernando Pimentel, que é candidato à Câmara na chapa do PSD.

O atual governo tem avaliação positiva de 56% do eleitorado --era de 54% na pesquisa feita há duas semanas.

Kalil renunciou à Prefeitura de Belo Horizonte em março deste ano e permanece com dificuldades para avançar no eleitorado do interior. Ele é conhecido por 75% dos mineiros, ante 94% de Zema.

Ao se levar em conta apenas as intenções de voto fora da região metropolitana, Zema amplia sua vantagem --59% ante 18% do candidato do PSD. Kalil é o candidato mais rejeição na disputa --30%.

O Datafolha ouviu 1.212 eleitores em 62 municípios mineiros. O levantamento foi contratado pela Folha de S.Paulo e pela TV Globo e está registrado na Justiça Eleitoral sob o número MG-03417/2022.