Ziraldo desenha selo comemorativo e doa coleção de livros para crianças de instituição social

Tributo. Ziraldo com a placa que ganhou em agradecimento por sua amizade à instituição
Tributo. Ziraldo com a placa que ganhou em agradecimento por sua amizade à instituição
Natália Boere

RIO - Com uma carreira intimamente ligada ao universo infantil, Ziraldo desperta paixões entre os pequenos que o conhecem. Não foi diferente quando o pai do Menino Maluquinho visitou a Obra do Berço, instituição sem fins lucrativos na Lagoa que dá assistência a 80 crianças carentes e que completou 92 anos esta semana. Ficou tão encantado com a iniciativa, para a qual desenhou um selo comemorativo, que doou a ela parte da sua coleção de livros. A gentileza foi retribuída com a entrega de uma placa de reconhecimento, homenagem que o deixou muito envaidecido.

— A dedicação da Obra do Berço às crianças é invejável. Os funcionários fazem o máximo para acrescentar algo na vida delas, que ficam muito felizes — diz Ziraldo.

A instituição, que oferece acolhimento para recém-nascidos em situação de vulnerabilidade social e é também creche, conta com uma equipe interdisciplinar com médicos, assistentes sociais, psicóloga, pedagoga, nutricionista e fonoaudióloga. Realiza 240 atendimentos por mês e serve cem mil refeições por ano.

Segundo Maria Luiza Marinho, presidente da Obra do Berço, o foco agora é conseguir novos apoiadores:

— O custo para manter a instituição é muito alto, e todo pouquinho faz diferença. Investir nos primeiros mil dias de uma criança (que moldam seu desenvolvimento físico e mental) permite que ela tenha um futuro melhor.

É possível fazer contribuições individuais ou mensais por meio do site www.aobradobercorj.org.br.

SIGA O GLOBO-BAIRROS NO TWITTER (OGlobo_Bairros)